Make your own free website on Tripod.com

O Sistema Feudal

Home | O Feudo | A Nobreza e a Cavalaria | Igreja Católica | Saiba Mais | Imagens | Livro de Visitas

Introdução 

 

Com a invasão dos bárbaros no século V, as atividades comerciais diminuíram, limitando-se apenas à venda de artigos de luxo como armas, tecidos e escravos.  Apartir desta crise surgiu uma forma de organização econômica, social, política e cultural baseada na terra e não no comércio. Este sistema firmou-se na Europa ocidental. O Império Bizantino, o Império Turco, os povos árabes e orientais não conheceram esta forma de organização social.

O desenvolvimento do senhorio e da feudalidade

 

O feudo era sinônimo de benefício. Significava um bem ou direito cedido a alguém em troca de fidelidade e várias obrigações, principalmente militares. A fidelidade era a base sobre as quais se firmavam os laços feudais, e neles ficavam estabelecidos os direitos e as obrigações do suserano e do vassalo.

 

→ Aquele que cede o bem se torna suserano e quem o recebe passa a ser seu vassalo.

 

A relação de vassalagem normalmente acontecia seguindo a hierarquia da nobreza. Formou-se desse modo uma cadeia de proprietários de terras, ligados uns aos outros pelos laços de suserania e vassalagem; todos viviam da renda e do trabalho dos camponeses, que ficavam na base da sociedade.

 

O rei, no topo da hierarquia, era em geral (porém nem sempre) o mais rico e o mais poderoso dos senhores, mas sua autoridade se limitava aos seus feudos.

Mas o que foi o feudalismo?

“Um sistema de organização econômica, social e política baseado nos vínculos de homem a homem, no qual uma classe de guerreiros especializados – os senhores -, subordinados uns aos outros por uma hierarquia de vínculos de dependência, domina uma massa campesina que explora a terra e lhes fornece com que viver.”

 

    (LE GOFF, Jacques. Para um novo conceito de Idade Média. Lisboa, Estampa, 1980.) 

caval.jpg

O Sistema Feudal

 

Como já foi dito, sistema feudal foi uma forma de organização econômica, social e política com base na terra.

Na economia feudal, a produção agrícola e artesanal tinha que atender somente ao consumo local. Não eram produzidos bens para a venda, portanto não havia trocas comerciais.

O proprietário da terra era o senhor feudal. Ele exercia também um controle muito grande sobre os homens que trabalhavam em sua propriedade: os servos.

Os senhores feudais dependiam do trabalho de seus servos. Sem eles não haveria comida para o senhor e para sua família. Os servos não eram considerados escravos, pois não poderiam ser vendidos ou expulsos da propriedade. Mas, eles não podiam deixar as terras do senhor.

 
 
 
Total de Visitas: